Do que você brincava quando era criança?

  1. Início
  2. chevron_right
  3. Artigos
  4. chevron_right
  5. Carreira
  6. chevron_right
  7. Do que você brincava quando era criança?

Hoje acordei com essa reflexão na cabeça analisando como meus filhos brincam em casa. Comecei a me perguntar sozinho, comigo mesmo, do como eram minhas brincadeiras quando criança?

Percebi uma coisa muito bizarra, as brincadeiras que eu fazia refletem até hoje no meu dia-a-dia.

Já parou para se observar querendo respostas sobre o que está acontecendo na sua vida?

Te dou uma dica simples, tente lembrar de suas brincadeiras e como você se comportava. Muitas respostas aparecerão sem você ficar esperando uma luz do universo ou de alguém ao seu lado dizendo o que você tem que fazer…

Eu adorava brincar de montar pistas para carrinhos, construía cidades de brinquedo, montava muito LEGO, andava de bicicleta como se fosse minha moto mágica. No tapete da sala eu brincava que o desenho dele era a cidade onde os carrinhos andavam e com os discos de vinil e fitas VHS dos meus pais montava garagens de diversas formas… era muito legal!

Hoje eu percebo que adoro montar coisas, criar situações sempre novas para eu percorrer e depois desfazer e fazer de novo até acabarem as possibilidades.

Percebo também que eu não brincava muito no que eu criava, eu gostava mesmo de criar e não de brincar na minha criação. Quando era a hora de brincar eu desmontava e montava de novo, essa era a brincadeira! Faço isso até hoje! Não que eu fique desmontando na minha vida, mas os móveis de casa estão sempre precisando trocar de lugar (hehehe).

Profissionalmente, isso impacta?

Sem dúvidas. Percebo que trabalhar com TI foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida, pois eu tenho liberdade de movimentar as informações com a dinâmica que meu perfil necessita. Com isso consigo me manter satisfeito na minha escolha profissional! Sei que, diferente de quando criança, eu dependo de muitos fatores para realizar as mudanças que preciso, porém esses fatores são as situações que me fazem aprender e me relacionar melhor com a sociedade que faço parte.

Minha Conclusão!

Não que seja uma regra, mas eu realmente me apoio nas brincadeiras de quando eu era criança para entender comportamentos meus. Por isso eu também deixo que meus filhos possam brincar bastante e aprenderem a resolverem seus problemas nas brincadeiras para quando crescerem eles usem essas experiências no dia-a-dia de gente grande!

Estou certo? Estou errado? Não sei. Só sei que me sinto motivado e pronto para meus desafios! Se eu estiver errado, agradeço sua opinião, mas se eu estiver certo, como isso impacta em você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu